19 novembro, 2014

Revivarte

   Por Carolina Flauzino
    O projeto Revivarte realizou ao longo deste ano uma galeria de arte a céu aberto no Conjunto Residencial Parque do Gato, colocando em evidencia os prédios, transformando-os em referência de arte na cidade de São Paulo e valorizando o local de moradia daquela população.
    O Conjunto fez parte das políticas habitacionais da Prefeitura Municipal de São Paulo em 2004, sendo construídos no local onde havia a Favela do Gato 480 apartamentos em 9 blocos prediais. Apesar de estar localizado na região central (Bom Retiro, próximo ao rio Tietê), ainda convive com sérios problemas sociais e de infra estrutura urbana.
     Pelo segundo ano no Programa VAI, a proposta deste projeto foi a pintura de desenhos nas empenas cegas dos prédios, todas viradas para a Marginal Tietê. O programa VAI fez uma visita ao projeto no dia 3 de outubro quando o grafiteiro e artista plástico Enivo produzia um dos desenhos.



    Também conversamos com Caren Gomes, uma das integrantes do projeto, para saber mais sobre como nasceu o Revivarte “O projeto surgiu do sonho que os artistas tinham em pintar murais de grande escala e da falta de oportunidade existente para quem não possuía apoio da iniciativa privada”.
     Os artistas foram selecionados através de um edital próprio do projeto, que contou também com a participação dos moradores na hora da escolha final. “A equipe do Projeto Revivarte estabeleceu alguns critérios de seleção, mas basicamente selecionamos 15​ artistas que tinham proposto desenhos que se encaixavam no contexto da comunidade e do projeto. Destes, a comunidade votou nos melhores desenhos e os 6 artistas mais votados foram selecionados para participar”, disse Caren.
    O projeto fez sucesso entre os moradores, principalmente com as crianças que, no dia da visita do programa VAI, mostraram seus desenhos favoritos e demonstraram gostar muito da intervenção artística.



   As crianças também participaram de oficinas de pintura e, ao que parece, se divertiram muito “Hoje mesmo, quando estávamos finalizando a oficina de pintura, fomos tirar uma foto de algumas crianças que estavam por ali com a mão suja de tinta, e quando pedi para mostrarem as mãos sujas, um menino que estava com a mão limpa atolou a mão na tinta para sair na foto!” respondeu Caren.
    Como uma das repercussões do projeto, destaca-se uma participação do grupo em matéria da Rede Globo, artigos nos jornais impressos e onlines, etc. Caren disse que esse tipo de visibilidade é importante: “É mais um motivo para os moradores valorizarem o local e para a sociedade ver o Parque do Gato com outros olhos, além, é claro, de ver o nosso trabalho ganhando mais visibilidade. Infelizmente, grande parte dos brasileiros costumam valorizar apenas o que a televisão diz para valorizar, então, neste contexto, a presença da televisão é importante, pois quebra o preconceito que muitos tinham com o local por ser uma antiga favela.”




03 novembro, 2014

Cursos da Etec Cepam: Gestão de Políticas Públicas, Legislativo e Orientação Comunitária


No próximo semestre, a ETEC Cepam oferecerá 80 vagas para o Técnico em Gestão de Políticas Públicas 
(40 para tarde e 40 para noite), 40 vagas para o Técnico Legislativo (noite) e 40 vagas para o Técnico de Orientação Comunitária (noite).

Um técnico de Gestão de Políticas Públicas é   o profissional que maneja informações e possui capacidade de análise para dar suporte à operacionalização de ações públicas, envolvendo a gestão de insumos, qualidade, materiais, pessoas e contas e levantamento de possibilidades de financiamento. Área de atuação: setor público, privado e ONGs
O Curso Técnico Legislativo oferece ao estudante a formação de um profissional que executa serviços de suporte e apoio técnico-administrativo em Casas Legislativas, podendo atuar nas áreas de recursos humanos e departamentos administrativos ou jurídicos em empresas e ONGs. Para quem gosta de Direito e Política, esse é o Curso Técnico apropriado.
 Um técnico de Orientação Comunitária (Gestão Social) é o profissional que presta apoio técnico em ações de desenvolvimento local, com habilidades para elaborar e auxiliar o desenvolvimento de projetos socioculturais e educacionais. Viabiliza a implantação de políticas públicas e programas sociais, a fim de promover o desenvolvimento social e humano, bem como a melhoria das condições de vida e a superação do estado de vulnerabilidade. Área de atuação: setor público, privado e ONGs.
As inscrições para o Vestibulinho 2º Semestre de 2014 poderão ser feitas na internet de 02/10 até as 15h do dia 07/11 em www.vestibulinhoetec.com.br.
No ato da inscrição será gerado um boleto no valor de R$30,00 que deverá ser pago até seu vencimento para a efetivação da inscrição. O exame ocorrerá dia 07/12/2014  (domingo) às 13h30.





A ETEC Cepam fica dentro da USP/Cidade Universitária: Av. Professor Lineu Prestes, 913 (em frente à biblioteca da faculdade de Química da USP). Mais informações: 3811-0384 ou no falecom@eteccepam.com.br.