09 abril, 2018

DIVULGADA A LISTA DOS PROJETOS QUE CONCORREM AO VAI 2/2018

Os proponentes que escolheram o VAI 2 como modalidade para concorrer tiveram até o dia 28 de março para entregarem seus projetos. O prazo se encerrou, rigorosamente, às 18 horas.
Ao todo, 392 coletivos enviaram suas propostas: 112 projetos foram protocolados nos postos de entrega presencial e mais 280 inscritos por meio  do site SPCultura. 
Clique aqui para visualizar a tabela completa com o número da inscrição, o nome do proponente e seu projeto. 


Para conferir a lista de inscritos na modalidade 1 Clique aqui

DIVULGADA A LISTA DOS INSCRITOS NO VAI 1/2018

Os proponentes que escolheram o VAI 1 como modalidade para concorrer tiveram até o dia 29 de março para entregarem seus projetos. O prazo se encerrou, rigorosamente, às 18 horas. 
Ao todo, 552 coletivos enviaram suas propostas: 153 nos postos de entrega presencial e 399 pelo portal SPCultura. 
Clique aqui para visualizar a lista completa com o número da inscrição, nome do proponente e do projeto. 

Para conferir a lista de inscritos na modalidade 2 Clique aqui 

26 março, 2018

Edital VAI 2018 - Perguntas mais frequentes

Esta publicação reúne as respostas às dúvidas mais frequentes sobre a inscrição para o VAI 2018 - das mais de 300 consultas que recebemos desde que os editais foram publicados. 
Tem alguma questão que não está aqui? Envie para: programavai.edital2018@gmail.com - prometemos responder rapidamente! 


1)    Onde posso encontrar o edital do VAI?
R: Os editais 2018 do Programa para a Valorização de Iniciativas Culturais (VAI) estão disponíveis no site SPCultura. Neste ano, foi aberto um edital para cada modalidade: um para o VAI 1, outro para o VAI 2.  Abaixo os links diretos para cada um deles:

2)    Até quando as inscrições estão abertas?
R: As inscrições do VAI 2 se encerram na quarta-feira 28/03. Projetos para o VAI 1 terão um dia a mais para serem entregues, até a quinta-feira  29/03. Atenção: para as duas modalidades, as inscrições on-line e presenciais se encerram no mesmo horário, sempre às 18 horas. 

3)    Tenho um VAI 2017 ainda em andamento. Posso concorrer?
R: Você e seu coletivo podem, sim, se candidatar, mas devem estar ligados para finalizar o projeto e entregar a prestação de contas sem pendência até o período de contratação do VAI 2018. A coordenação e a equipe técnica do VAI avaliam que a maioria dos projetos em andamento no VAI 2017 não terá dificuldades de cumprir essas etapas a tempo. De toda forma, avise seu técnico que você e seu coletivo vão se inscrever no VAI 2018 - e caso vocês estejam entre os pré-selecionados, sua prestação de contas terá prioridade.

4)    Moro em outra cidade e gostaria de saber se posso participar do VAI.
R: É obrigatório que o proponente seja morador da cidade de São Paulo por, no mínimo, 2 anos, e deverá comprovar isso no momento oportuno.  Essa obrigatoriedade não se estende aos outros membros do coletivo. Quanto as atividades do projeto, elas devem ocorrer em São Paulo, sendo que o VAI tem ainda como característica privilegiar projetos que ocorram em regiões do Município desprovidas de recursos e espaços culturais - pontos que serão levados em conta durante o processo de seleção.

5)    Posso apresentar um projeto individualmente?
   R:  Não. Embora o Termo de Fomento seja firmado apenas entre o proponente e a Secretaria de Cultura, os projetos devem ser executados por grupos ou coletivos. O Programa VAI entende como coletivo um grupo com no mínimo três pessoas (no caso, o proponente e no mínimo mais dois componentes na ficha técnica) que exerçam coletivamente atividades culturais.

6)    Pessoas  jurídicas podem concorrer ao VAI?
R: O Programa VAI tem como característica, justamente, o apoio financeiro a coletivos ou grupos formados por pessoas físicas, sendo ainda, prioritariamente, jovens de baixa renda. Entende-se que são grupos e coletivos iniciantes, que não se constituíram em pessoas jurídicas (empresas, instituições, ONGs, associações). Pelo menos não ainda: o VAI pode ser pensado como um momento de experimentação rumo a uma possível profissionalização na área cultural.

7)    Há limitações para desenvolver a linguagem do meu projeto? 
R: Não há uma limitação quanto à linguagem a ser utilizada no projeto. Veja só a quantidade de linguagens previstas: Artes Circenses, Artes Visuais, Audiovisual, Cultura Tradicional, Cultura Indígena, Cultura Digital, Dança, Hip-hop, Livro e Literatura, Música, Rádio, Teatro. Se seu projeto mesclar mais de uma linguagem, deverá ser inscrito em Artes Integradas. Caso não se encaixe em nenhuma categoria das apresentadas acima, poderá ser inscrito como “outros”.

8)    Li o edital e ainda não entendi como escrever meu projeto.  O que eu faço?
R: O edital do Programa VAI 2018 está com uma série de novidades. Uma importante novidade é que há no próprio edital uma sugestão de roteiro para a elaboração do projeto. Por isso, é recomendado que seja feita uma leitura atenta do edital e dos anexos que também estão disponíveis no SPCultura, seguindo em frente na leitura e preenchimento das propostas para  o VAI 1, em spcultura.prefeitura.sp.gov.br/projeto/3627/ e pra o VAI  2 em 

9)    Como faço para fazer a inscrição on-line?
   R: As inscrições on-line são feitas no site SPCultura. Você deverá entrar em http://spcultura.prefeitura.sp.gov.br/ e clicar, no canto direito superior, onde há um cadeado e a palavra "Entrar".  Aparecerá a tela  "Registrar-se". Você, então, se cadastra como agente individual e,  depois, já logado, entra no link de um dos editais do VAI e clica em "Fazer inscrição".  Você será levado à página do Formulário de Inscrição.  Durante o processo de inscrição, você pode parar, salvar o projeto e trocar os anexos enquanto não finalizar. Quando tudo estiver pronto e checado, basta enviar: a conclusão fica registrada no seu perfil com o número de protocolo.

10) Como faço pra obter a planilha modelo de Orçamento em formato .xlsx (Excel)?
    R: O modelo de orçamento em formato Excel está disponível para download na página de inscrição do VAI no site do SPCultura. Para ter acesso à tabela em Excel bem como à versão em Word dos demais anexos, é necessário fazer um cadastro como agente individual no SPCultura.  Depois de realizar o cadastro, entre no link de um dos editais do VAI e clique em "Fazer inscrição".  Você será levado à página do Formulário de Inscrição. Se você rolar a página, encontrará a parte de "Projeto", onde estão disponibilizados todos os Anexos do Edital. O orçamento descritivo, por exemplo, é o Anexo 4. Clique  em "baixar modelo". 

11) As assinaturas dos integrantes podem ser assinaturas digitais?
   R: Não. Os anexos podem ser preenchidos no computador, mas as assinaturas necessárias na proposta do projeto devem ser feitas de próprio punho. Depois de colhidas todas as assinaturas, é que o documento deve ser digitalizado. A entrega do original será necessária em alguns casos e em outros poderá haver a conferência com a assinatura constante no documento de identidade do proponente e/ou dos integrantes da ficha técnica.  

12) Sou oficineira em uma Casa de Cultura. Posso participar do VAI?
   R: A lei do VAI diz claramente que integrantes de grupos ou coletivos que estejam recebendo individualmente qualquer auxílio ou remuneração com recursos do Poder Público Municipal podem ter projetos selecionados, mas não poderão receber remuneração por sua participação no projeto com recursos do Programa VAI, a qualquer título.  Assim, enquanto durar seu contrato de oficineira, você não poderá receber os recursos do Programa VAI.

13) O proponente ou os integrantes da ficha técnica podem ter mais de 29 anos?
R: O VAI 1, a modalidade de entrada no Programa, foca em  grupos e coletivos formados por jovens de baixa renda com idade entre 18 (dezoito) e 29 (vinte e nove) anos. Assim, embora a idade não seja um fator impeditivo para concorrer ao VAI 1, é um critério que será levado em conta pela Comissão ao selecionar os projetos em conjunto com o perfil do grupo.  Já a modalidade 2, não especifica idade: pede que os grupos ou coletivos tenham histórico de, no mínimo, 2 (dois) anos de atuação em regiões do Município desprovidas de recursos e equipamentos culturais  ou que foram contemplados na modalidade 1 desde sua instituição.  É, portanto, mais adequada para coletivos formados por quem tenha mais de 29 anos – desde que se encaixem nos outros requisitos.

14) Posso inscrever e/ou compor a ficha técnica de dois ou mais projetos no edital na 15a. edição do VAI?
R: Em uma edição do VAI, não poderá ser selecionado mais de um projeto de um mesmo proponente ou de um mesmo coletivo/grupo. Em outras palavras, se houver mais de uma inscrição no nome de um proponente ou coletivo, somente uma poderá ser contemplada. Quanto à ficha técnica: se o grupo ou coletivo tiver membros que estejam recebendo em outro projeto ou em outro fomento, esses membros podem participar, mas não poderão receber.

15) Meu coletivo ainda não possui certeza quanto ao uso de obras de outras pessoas. Caso seja contemplado, a autorização para uso da obra poderá ser apresentada durante a execução do projeto?
   R: Sim, caso você decidam mais para frente, durante a execução do projeto, usar uma obra de terceiros, bastará incluir a autorização de uso.  Para isso, caso  haja alguma despesa relativa a diretos autorais e/ou despesas correlatas, deverão também pedir autorização à época para um remanejamento.  

16) Estou inscrevendo um projeto na modalidade II do VAI e não sei onde colocar o portfólio de comprovação de nossa atividades. Pode ser ao final do projeto (Anexo 2)?
R: Perfeito. Na inscrição da Modalidade 2 do VAI, é necessário inserir um portfólio e isso deve ser feito no corpo do projeto. Caso o arquivo do portfólio seja muito grande e não seja possível subir na plataforma (o limite de tamanho dos arquivos é de 10 Mb), você pode incluir no projeto uma versão resumida com os principais registros e informações sobre o coletivo, e complementar com um link de acesso do arquivo completo disponibilizado em  uma plataforma de compartilhamento.



23 março, 2018

Reta final VAI 2017



As atividades da 14º edição do Programa VAI estão chegando em sua reta final. Hora de se preparar para a prestação final de contas.
Os coletivos têm 60 dias a partir da data de encerramento do projeto para comparecer à SCM e fazer a prestação de contas – quem propôs um projeto curto já entrou neste período.  Logo  que o coletivo esteja com tudo preparado para a prestação de contas, a entrega dos documentos já pode ser agendada com o técnico responsável. Os grupos que participaram da edição de 2017 e se inscreverem na edição deste ano terão prioridade na finalização das contas.

Quais documentos deverão ser entregues? - No dia agendado para a prestação de contas final, o grupo deverá apresentar os documentos abaixo, trazendo os originais e cópias digitalizadas (em arquivo PDF e reunidas em um pen drive ou HD externo):

a)      Relatório Final de Atividades, que deverá ser preenchido online e enviado. Faça também uma cópia impressa do relatório, a ser rubricada pelo proponente em todas as páginas e assinada e datada na última.

b)      Comprovação das atividades realizadas, que poderá ser feita por fotos, flyers, reportagens de jornais e revistas, declarações dos espaços ocupados, material de divulgação, listas de presença. Importante que tudo esteja organizado na forma de um relatório e bem identificado.

c)       A planilha do Demonstrativo de Despesas e Quadro Síntese, devidamente preenchidos é a mesma já utilizada na prestação parcial, que tem uma aba para a final. Trazer também em arquivo em excel (.xls) para eventuais correções.

d)      Extratos bancários da conta corrente e da aplicação financeira: cobrindo todo o período após a primeira prestação de contas.

e)      Notas Fiscais, Cupons fiscais e Recibos referentes aos gastos realizados após a primeira prestação de contas.

f)       Quatro exemplares físicos de cada produto final do projeto – quando for o caso.

g)      Anexos: 1 - sobre a destinação de materiais produzidos (caso o coletivo tenha criado algum produto: livro, CD, DVD, cartilha, etc, durante o projeto) e 2 - Destinação de produtos adquiridos (se for o caso).

Acesse a aba Prestação de Contas 2017 para ter acesso a orientações e aos modelos utilizados

10 DICAS PARA FACILITAR A PRESTAÇÃO DE CONTAS

1.       É bom que os materiais da prestação de contas sejam preparados e organizados pelo grupo todo. Assim, não se sobrecarrega ninguém e todos ficam entendendo o processo.

2.       A presença do proponente na entrega e conferência da documentação é obrigatória, mas é interessante a presença de todo o coletivo ou ao menos de alguns integrantes.  Assim, todos podem acompanhar e participar dos encaminhamentos que forem necessários. 

3.       O grupo terá que devolver o saldo remanescente do projeto. No dia da prestação de contas, o técnico emitirá uma guia para que esse valor seja devolvido. O mesmo para valores já gastos pelo coletivo, se constatada alguma despesa irregular.

4.      Cada comprovante de gasto (notas, cupons, recibos) deve ser lançado em uma linha na tabela de demonstrativo, agrupado por tipo de despesa e por ordem de data. Não junte notas e recibos em uma única linha, nem separe os produtos da mesma nota em linhas diferentes.

5.       As notas fiscais, recibos e extratos devem ser organizados por ordem de data e por item de despesa, para facilitar a consulta e conferência se necessário.

6.       A descrição do gasto no demonstrativo deve corresponder à descrição da nota fiscal/recibo.

7.       Não deixem para fazer tudo em cima da hora. O melhor, sempre, é quando a coleta e a organização de documentos ocorrem ao longo de todo o projeto.

8.       Para comprovar as atividades, podem ser usados prints de blogs, páginas e postagens de divulgação nas redes sociais, divulgação, lista de presença, lista de inscrições, carta do local que cedeu espaço para a realização da atividade. Valem vídeos e fotos também. Quanto às fotos, é importante que mostrem bem as atividades, em momentos diferentes. E não precisam ser muitas: o mais importante é que sejam bem selecionadas e estejam identificadas com informações das atividades a que se referem (nome da atividade, local, data, identificação dos presentes, etc).

9.       Ao digitalizar os documentos, cuidado: vejam se estão legíveis, inteiros e na posição correta. E ao nomear os arquivos, coloquem nomes de fácil identificação, como “extratos de conta corrente”. Nomes genéricos (como “img 001”) dificultam o trabalho de todos.

10.   Todos os documentos devem ser guardados por 5 anos: o projeto aprovado, com orçamento e plano de trabalho, termo de responsabilidade, relatórios, planilhas financeiras, comprovantes de despesas, enfim, todo o material apresentado.

06 março, 2018

Devolução de projetos não selecionados na 14º edição do Programa VAI



Os projetos inscritos e não aprovados no Edital Vai de 2017 estarão disponíveis para entrega entre os dias 7 e 16 de março de 2018 exclusivamente para os proponentes. Os interessados deverão comparecer pessoalmente nos dias e horários indicados, munido de documento de identificação e, preferencialmente com o protocolo de inscrição.

Após esse período os projetos não retirados serão encaminhados para reciclagem.




02 março, 2018

Tem dúvidas sobre como escrever seu projeto?

Esse é o calendário das Formações de Elaboração de Projetos para os editais VAI 2018 - esse ano saiu um edital para cada modalidade.

Escolha a melhor data e local para você. 
E se liga: nos próximos dias vamos confirmar pelo menos mais um encontro. 

9/3 às 19h –  CEU PERUS
Rua Bernardo José de Lorena, s/n

10/03 às 11h– CASA DE CULTURA BUTANTÃ
Av. Junta Mizumoto, 13 – Jd. Peri – Peri

10/03 às 14h - CENTRO CULTURAL DA CIDADE TIRADENTES
Av. Inácio Monteiro, 6900

12/03 às 18h30 – CEU PARELHEIROS
Rua José Pedro de Borba, 20

13/03 às 19h – CEU SÃO RAFAEL
Rua Cinira Polônio, 100 – Conjunto Promorar Rio Claro

14/03 às 19h  CENTRO CULTURAL SANTO AMARO
Av. João Dias, 822

16/03 às 19h – CEU JAÇANÃ
Rua Francisca Espósito Toneti, 105 – Jardim Guapira

22/03 às 18h - SALA OLIDO
Av. São João, 473 - Centro





Se tiver alguma dúvida, mande um email para: programavai.edital2018@gmail.com


27 fevereiro, 2018

O Programa VAI tem um canal exclusivo para esclarecimento de dúvidas sobre os dois EDITAIS de 2018 (sim: um para o VAI 1, outro para o VAI 2). Na dúvida , por exemplo, sobre para qual modalidade mandar sua proposta? Para ter uma resposta rápida, mande um email para programavai.edital2018@gmail.com 





26 fevereiro, 2018

O EDITAL DO VAI 2018 ESTÁ ABERTO. HORA DE PREPARAR OS PROJETOS

Nesta 15ª edição, algumas modificações foram realizadas para facilitar na confecção dos projetos e na inscrição. Cada modalidade ganhou o seu próprio edital, escritos em linguagem simples e objetiva. 
Lendo o edital e seguindo os roteiros, você terá todas as condições de começar a fazer o seu projeto. Caso tenha dúvidas, você pode mandar um email programavai.edital2018@gmail.com

Até quando vão as incrições?

Inscrições para o VAI 1: de 21/02 a 23/03 às 18h00 - Prorrogado para 29/03 às 18h
Inscrições para o VAI 2: de 20/02 a 22/03 às 18h00 - Prorrogado para 28/03 às 18h

Onde me inscrevo?

- Para inscrição online: você deve usar a própria plataforma do SP Cultura.  É prático, simples e seguro!
- Para inscrição presencial: baixe o edital e seus anexos no site da SPCultura -- os links diretos são esses acima. Imprima 3 vias do seu projeto e dos anexos, coloque em 3 diferentes envelopes e lacre. Daí, é entregar tudo em um dos postos, prestando atenção aos horários e dias de funcionamento de cada local:

CENTRO
SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA
Supervisão de Pluralidade Cultural
Av. São João, 473 – 8º Andar - Centro
2ª a 6ª feira das 10 às 18h

NORTE
CASA DE CULTURA VILA GUILHERME (Casarão)
Praça Oscar Silva, 110 – Vila Guilherme
3ª a 6ª feira das 10 às 18h

LESTE
CENTRO CULTURAL DA PENHA
Largo do Rosário, 20 – Penha
3ª a 6ª feira das 10 às 18h

CENTRO DE FORMAÇÃO CULTURAL DA CIDADE TIRADENTES
Av. Inácio Monteiro, 6900 – Cidade Tiradentes
3ª a 6ª feira das 10 às 18h

SUL
CEU CASA BLANCA
Rua João Damasceno, 85 (próximo à Estrada de Itapecerica)
3ª a 6ª feira das 10 às 18h

CENTRO CULTURAL DO GRAJAÚ 
Rua Professor Oscar Barreto Filho, 252 – Parque América
3ª a 6ª feira das 10 às 18h

OESTE
TENDAL DA LAPA
R. Constança, 72 – Lapa
3ª a 6ª feira das 10 às 18h







01 dezembro, 2017

2ª EDIÇÃO DO FOMENTO À CULTURA DA PERIFERIA: veja os contemplados



A Secretaria Municipal de Cultura, por meio da Supervisão de Diversidade Cultural, divulga a relação de projetos selecionados na 2º edital do Programa de Fomento à Cultura da Periferia (edição 2017).

O Programa tem como objetivo proporcionar apoio financeiro a projetos e ações culturais propostos por coletivos artísticos e culturais em distritos ou bolsões com altos índices de vulnerabilidade social, em especial, áreas consideradas periféricas no município de São Paulo. Nesta edição, serão aplicados cerca de 7 milhões de reais, que serão usados pelos 28 projetos aprovados, cada um deles com duração de até 2 anos.
Parabéns aos selecionados! 

Segue a lista de projetos aprovados e de suplentes:
ÁREA 1
SELECIONADOS


INSCRIÇÃO
PROJETO
COLETIVO/RESPONSÁVEL PELA INSCRIÇÃO
1
on-1300326941
Café Imaginário
Mauricea Nazaré Brasil Gouvêa



SUPLENTES


INSCRIÇÃO
PROJETO
COLETIVO/RESPONSÁVEL PELA INSCRIÇÃO
suplente 1
on-703297471
Bixiga Net: Práticas Comunicacionais
U.A.I. – Unidade de Artes Integradas/ Lourdes Regina Papini de S. Moreira
suplente 2
on-801052166
Mostra de Samba Rock de São Paulo
Katia Portes Evangelista
ÁREA 2
SELECIONADOS


INSCRIÇÃO
PROJETO
COLETIVO/RESPONSÁVEL PELA INSCRIÇÃO
1
on-108940949
ReggArte: Musical Adoradores
ReggArte/ Nair Omena da Costa
2
on-733615075
Heranças Periféricas
Grupo Ururay-Patrimônio Cultural (Julio Cesar José Marcelino)
3
CCJ001
Manifestação Urbana Cultural
MUC - Movimento Urbano Cultural/ Gabriel Augusto Lopes Teixeira
4
on-1878945954
Trupe da Lona Preta
Henrique Maciel Alonso
5
RS006
ACAÇÁ - Sabores e Encantos
Rosani Pereira Leite
6
SMC005
Mirante Cultural
Mirante Cultural/ Rafael da Silva Ferreira



SUPLENTES


INSCRIÇÃO
PROJETO
COLETIVO/RESPONSÁVEL PELA INSCRIÇÃO
suplente 1
on-1519016919
Trilogia da Resistência – 5 anos de Coletivo Sankofa
Coletivo Cultural Sankofa
suplente 2
on-1074736958
De Quebrada em Quebrada – Geodésica Ligando as Pontas
TeatroSilva
suplente 3
on-806642550
Linhas Da Vida
Coletivo Levante Mulher
suplente 4
on-151543468
Destecendo a Rua - Um Espaço para o olhar
CIA Mala Caixeta de Teatro Surpresa



ÁREA 3


SELECIONADOS


INSCRIÇÃO
PROJETO
COLETIVO/RESPONSÁVEL PELA INSCRIÇÃO
1
Inscrição
Nome do Pojeto
Nome do Responsavel pela Inscrição
2
on-2115576174
Hip Hop: Ontem, Hoje e Amanhã
Alan Benelli da Silva
3
on-784030336
Sertão Perifa: Forró e Poesia na Cidade de Pedra
Claudiney Nonato Fialho
4
on-1533347128
Maloca Móvel - estúdio comunitário e espaço cultural itinerante
Arte ​ ​Maloqueira/ Renildo da Silva Oliveira
5
on-878388719
Biqueira Literária: poesia e prosa marginal-periférica
Coletivo Mesquiteiros/ Rodrigo Ciríaco
6
on-1225272911
Kalunga Grande. Rios de Sangue. Corpos negros jogados ao mar
Grupo Identidade Oculta/ Paulo Henrique Sant'Anna Mendes
7
on-928726115
Escola de Notícias - Escola Comunitária de Comunicação
Escola Comunitária de Comunicação/ Leonardo Pereira dos Santos
8
on-725235780
!NEMTVIU - Intervisões Pericênicas
Coletivo ALMA/ Thabata Eloiza Dias Ottoni
9
on-1304111629
Teatro na Periferia: Ocupação de Territórios e Imaginários
Coletivo teatral Bando Trapos/ Andressa Lima de Souza
10
on-513476735
Girança
Batakerê/ Pedro dos Santos
11
SMC026
UBUNTU-Harmonia,Letra,Ritmo
FRENTE DE RESISTENCIA SAMBA DO CONGO-Arte,Cultura e Raiz/ Fernando Antônio Alves de Souza
12
on-186220075
MAPP: Movimento Arte Plural Perus
Pode Pá Perus/ Juliana Xavier Rebouças
13
on-849892626
DiverCidade
Lentes Periféricas/ Allan Jefferson Cunha dos Santos
14
on-850951026
Curumins da Ademar
Coletivo Cultural Sarau da Ademar/ Lidiane Ramos
15
SMC010
Alternativa-L Escrevendo com camaleões
Alternativa -L/ Simone Almeida de Araujo
16
on-1683908141
Na quebrada o espelho reflete
Coletivo Espelho, Espelho Meu (Michelle Souza Freitas)
17
on-1676571558
Centro de Cidadania Cultural Elza Soares
Coletivo Èwe/ Thailla Luiza Gomes Arruda
18
STO004
Bordando nas Bordas
Coletiva de Mulheres Tear&Poesia de Arte Têxtil/ Rita Maria Santa Rita Carneiro
19
SMC004
Arte Para Cidadania
2 mil família/ Sidnei Simom Roberto da Silva
20
SMC009
Projeto Hip Hop Neon LGBT
Familia STRONGER/ Elvis Justino de Souza
21
on-1456821491
Fabcine Móvel: Por essas bandas
Flávio Galvão
22
on-662047120
Eparreh - Educação e permacultura como prática libertadora
Eparreh/ Diogo Menezes



SUPLENTES


INSCRIÇÃO
PROJETO
COLETIVO/RESPONSÁVEL PELA INSCRIÇÃO
suplente 1
on-1613764324
Pixote: espaço de produção cênica
CIA Teatral Samá Elyon/ Thiago dos Santos Silva
suplente 2
on-1514962176
Sarau do Binho
Robinson de Oliveira Padial
suplente 3
on-419584259
Na rota dos tambores
Bloco Afro É Di Santo Everton Alves da Silva
suplente 4
on-281035254
Espaço Cultural Solano Trindade
Camilla Vaz de Lima
suplente 5
on-1995912571
Periferia em Movimento na Rua
Cartografias e Narrativas das Identidades do Extremo Sul/ Aline Rodrigues da Silva
suplente 6
on-1678979188
Encontros: Conectando as Pessoas, Suas Trajetórias e o Futuro
Coletivo Exclamação/ Joy Izauri




> Confira também no Diário Oficial da Cidade de São Paulo: pág 52 e pág 53